quinta-feira, 28 de maio de 2009

A vida é feita de sorte e de estratégia...

A vida é feita de sorte e de estratégia...


Temos de ter sorte nas cartas que temos na mão, na nossa posição inicial, de quem nos acompanha na mesa...E igual para quem nasce: o local, a família ou ausência dela, ...!

Depois vem a tal coisa chamada destino ou curso da nossa vida : o futuro.
Começamos com as decisões, com os passos, com as influencias exteriores, com as acções e reacções. Tudo o que fazemos terá sempre ligado directa ou indirectamente ao nosso futuro. Consequências dos nossos actos e palavras. A nossa educação, a sociedade onde estamos inseridos, tudo afecta o nosso modo de agir. 

Nas mesas, pré-flop chega a altura da nossa primeira decisão!!
Que decisão será esta na nossa vida? 

Antes de nos sentarmos na mesa, assistimos outros a jogarem, lemos as regras, estudámos ou não, estivemos mais atentos ou nem por isso, ...
Chegou o momento de sermos mais autónomos e finalmente temos a primeira decisão nas mãos!!
Só que...
Nem sempre se nota que tem de ser bem pensada!! E se...? E se temos de tomar decisões em consequência desta? Então que farei nas fases seguintes? 
Ainda surge a grande diferença entres as pessoas mais ou menos racionais, mais ou menos emocionais, mais ou menos impetuosas, mais ou menos espontâneas, mais ou menos precipitadas, mais ou menos calculistas!!

E partimos então para o nosso primeiro passo gigante! Em que temos na mão uma acção ou uma reacção. Será que desde logo obrigamos os outros a agir perante uma atitude nossa? Ou seremos apenas nós o espelho de uma acção alheia?
Há quem ponha a vida toda em risco na sua primeira grande decisão. Há ainda quem perante uma acção de outro, ponha tudo em cima da mesa sem medo das consequências. Ganhar ou perder sem engano! Entrega total...
E porque? Um obstáculo? Uma doença? Um amor? Uma paixão? Um acto pensado? Uma luta por um sonho?
Assim de entrega total, não é preciso tomar decisões intermédias.
No decurso normal,  sem a pressão de prazos e outras restrições, a atitude pode ser mais moderada. E tentar tornar as decisões mais bonitas, mais correctas, mais rentáveis, mais agradáveis, com mais emoção...

E devagar, com calma e ponderação, com atenção a todos os passos, e contando ainda com a vida de quem nos rodeia...vamos então enfrentar os jogadores da nossa mesa chamada vida...
Ali estarão sentados, o insucesso profissional, a doença, a guerra, a dor, a solidão, a inimizade, o desamor, a morte, e mais um ou outro inimigo ou obstáculo que se atravesse.
Com estratégia podemos fintá-los e ganhar-lhe todas as mãos em que se envolvam connosco...

Mesmo que no flop tenhamos pouco mais de 1%...não quer dizer que no river a vantagem não seja nossa!! Podemos não ter de mostrar as cartas e ganhar a mão... Mostrando a nossa garra e fazendo este adversário momentâneo desistir...e apenas esconder-se perante a nossa força!! Ou ainda ter uma agradável surpresa e no river conseguirmos aquele out que tanto necessitávamos!!

E, mesmo perante uma desilusão, uma mão ou etapa da vida em que saímos derrotados : o que não vale é entrar em tilt!!
A regra é levantar a cabeça, e mesmo que o torneio ou a stack tenha sido perdida há sempre aquela sensação de reinicio de uma nova vida ou etapa da mesma!! E lá vamos nós a outro torneio ou porque não para o mesmo e fazemos rebuy? Ou ainda nos sentamos noutra ou na mesma mesa com  full stack...!!;)

E só assim poderemos ser ganhadores na vida e no poker...
Em tudo há a variancia!!! Mas também sem ela nada tinha piada ou valor. 
Só crescemos e somos melhores quando nos erguemos perante as adversidades.

Vamos lá puxar pela estrelinha!! Ou que o adversário faça muck como consequência de um barril no turn...Se ele fizer call...estaremos prontos para o obrigar a fazer fold no river!!!


**; Até breve ;**

4 comentários:

<.A.> disse...

Muito bom!
Mesmo muito bom!!!

abn0se

zumytime disse...

sabes muito piquena...continua com os teus "devaneios" sobre o poker e a mundo real que terás aqui um e-leitor regular.

Kiss

petersimon69 disse...

Tikita:

Gostei muito de ler!
Também no meu blog tento fazer uma abordagem diferente (menos técnica) ao mundo do poker!

Muito bem escrito! Parabéns!

Caesar disse...

As good as always...;)

Gostei de ler! :))